Álvaro Beleza defendeu ainda o alargamento do âmbito da ADSE nos cuidados sociais.

O candidato à Ordem dos Médicos Álvaro Beleza quer que a receita arrecadada com a taxa das bebidas açucaradas seja aplicada nos cuidados continuados e paliativos.

 

Jornadas de Diabetes trazem diversos especialistas até à Madeira

 

As máquinas de venda de produtos alimentares dos serviços da administração pública devem deixar de comercializar produtos com excesso de sal ou com açúcar. A proposta parte do Secretário da Saúde e será levada em breve a Conselho de Governo.

 

 

Secretário regional da Saúde levou ontem proposta ao Conselho de Governo

 

O Governo Regional está empenhado em melhorar os hábitos alimentares dos madeirenses, no sentido de combater o aparecimento de doenças graves como é a diabetes.

 

Portugal tinha, em 2014, 16,6% de adultos obesos, um valor acima da média da União Europeia (UE 15,9%) e a tendência para o excesso de peso aumenta com a idade e diminui com a escolaridade, divulga hoje o Eurostat.

 

A história de Maria Salete Faria é mais do que um testemunho de alguém que convive há cerca de 20 anos com dores, por vezes incapacitantes. É acima de tudo uma história de superação. A fibromialgia atinge entre 2 a 4% da população portuguesa e é ainda uma doença crónica «tabu» 

Manuel Sobrinho Simões, considerado um dos mais importantes patologistas do mundo e cientista na área das doenças oncológicas, esteve ontem na Escola Secundária Jaime Moniz para abordar “A importância das Ciências no Ensino Básico e Secundário”, numa palestra promovida pela Secretaria Regional de Educação.

Em Portugal, estima-se que a doença alérgica afete cerca de 1/3 da população: de acordo com os dados atuais 30% da nossa população tem queixas de rinite, 18% tem concomitantemente queixas de conjuntivite e cerca de 10% tem asma.

Um inquérito hoje divulgado revela que 27,2% das pessoas vacinaram-se contra a gripe, sendo que a maioria não o fez pela primeira vez.

Genes que controlam o sistema imunitário têm um papel fundamental para determinar se uma infecção pelo vírus do papiloma humano resultará, ou não, em cancro, conclui estudo.

As embalagens de medicamentos vão passar a ser seladas para impedir eventuais adulterações e terão um novo código de barras. São medidas pensadas para evitar um problema que assume uma dimensão cada vez mais preocupante a nível internacional – a contrafacção de medicamentos – e que vão entrar em vigor a partir de Fevereiro de 2019.